8

As 6 necessidades humanas.

Os comportamentos humanos
são governados por duas únicas diretrizes básicas: a fuga da dor e do sofrimento e a busca pelo prazer. Como consequência, somos movidos pelo desejo de suprir algumas necessidades básicas que têm como função nos aproximar de situações que consideramos agradáveis e nos afastar das desagradáveis. Tudo o que fazemos, portanto, de alguma maneira, tenta satisfazer uma ou mais dessas necessidades essenciais.

Entender quais são estas necessidades e como funcionam em nós mesmos e nos outros pode ser considerada uma ferramenta valiosa para aprimorar nossas relações internas, e é claro, com as pessoas a nossa volta. Teremos muito mais chance de desenvolver bons relacionamentos quando aprendemos a perceber e entender o que move cada pessoa com quem criamos relações.

Segundo Anthony Robbins, renomado comunicador, escritor e palestrante motivacional americano, são 6 as necessidades humanas básicas.

  1. Certeza e conforto: nosso senso de certeza está relacionado principalmente com a segurança e a estabilidade. Esta segurança pode ser emocional, como o fato de se sentir confortável com o próprio corpo, com seus valores ou suas ideias. Pode significar um emprego e um relacionamento afetivo estáveis. Como pode também ser situacional como a certeza de que não haverá um terremoto nos próximos minutos.
  2. Incerteza e variedade: esta necessidade está relacionada a mudança, a um certo grau de surpresa, desafio, diferença e novidade na vida. Quando encaramos a incerteza e o desconhecido, expandimos nossas vidas.  A necessidade da variedade e incerteza surgem principalmente quando existe uma situação de segurança e de certeza já bem consolidada.
  3. Significado ou importância: está relacionada à necessidade de ser importante para alguém, de ser reconhecido e valorizado por uma pessoa ou um grupo. Significância também está relacionada ao status, ao desejo de se destacar, ser original, diferente ou pertencente a um grupo seleto, único.
  4. Amor ou conexão: esta necessidade transcende a relação de casal, o amor de amantes. Ela está mais relacionada com o amor entre pessoas, família, amigos. Em diferentes níveis, as pessoas precisam se sentir conectadas a outras, aos animais, ao planeta. Uma pessoa também pode sentir essa conexão consigo mesma, ser introvertida e gostar de ter seu próprio espaço e, claro, ainda existem aquelas que desejam uma conexão espiritual acima de tudo.
  5. Crescimento: é a necessidade de estar constantemente aprendendo coisas novas, evoluindo, mudando, se expandindo e melhorando como ser humano. É a necessidade de se constatar que estamos em movimento, e não parados e estagnados no mesmo lugar.
  6. Contribuição: é a necessidade de dar, ajudar, servir e fazer diferença na vida dos outros. Recebemos, durante toda a vida, amor, segurança, aprendizado, importância e a contribuição é a necessidade de entregar, de devolver ao outro. Seja para sua família, sua vizinhança, uma causa social, seu país ou o mundo. A contribuição também está relacionada a deixar algo para além de nossa própria vida, um livro, uma pesquisa científica ou um legado.

 

Ainda segundo Anthony Robbins, as 4 primeiras necessidades são chamadas de “Necessidades do Ego” e as duas últimas de “Necessidades do Espírito”. O desejo de atender às necessidades do ego molda nosso comportamento e até mesmo nossa sociedade. Entretanto, para suprir as necessidades do espírito, é preciso trabalhar de maneira consciente.

Cada um de nós tem sua própria maneira de satisfazer a essas necessidades, mas isso já é assunto para outro post (“Ainda sobre necessidades humanas“).

E aí, qual das 6 necessidades básicas é a mais importante para você?
Deixe um comentário e conte o que você achou do post…

Comments(8)

  1. Reply
    Claudia disse

    Achei maravilhoso está matéria, sou estudante do Curso de Estética e cosmética, e tenho vivido tantas individualidades ao longo deste ano na faculdade, na vida , nos grupos ,mais como está matéria levantou minha alto estima, pude perceber que podemos ser nós mesmos e ajudar o próximo sem querer nada em troca.
    Fazer com amor e mostrar que cada ser humano tem seu verdadeiro valor.

    • Ediberto Santos
      Reply
      Ediberto Santos disse

      Olá Claudia,

      Muito obrigado por seu comentário.
      Fico realmente muito feliz por saber que o texto foi capaz de ajuda-la a perceber o quão especial você é.

      Boa sorte em seu curso.
      Um abraço!

  2. Reply
    Adelio Barbosa disse

    depois que encontrei o site mr coach fui descobrindo novos blogs interessantes inclusive o seu Ediberto Santos depois disso minha vida começou a mudar por completo meu relacionamento com amigos e familiares principalmente . quão bom seria o mundo se a maioria fosse como vc que só prega coisas boas obrigado .

    • Ediberto Santos
      Reply
      Ediberto Santos disse

      Como vai Adelio,
      Fiquei muito satisfeito em saber que a descoberta aqui do site foi responsável por abrir as portas para diferentes blogs que te ajudaram a dar uma guinada em sua vida.
      É exatamente por isso que faço o que faço!
      Muito obrigado pela mensagem e por dividir seus pensamentos com a gente.
      Muito sucesso em sua jornada!
      Um forte abraço

  3. Reply
    Josy Marinho disse

    Os assuntos abordados são tão relevantes, tão consistentes e interessantes, que independe da hora desde que descobri seu blog e o site mr.coach, vejo matérias, videos e o que mais encontrar, muito oportuno, mesmo pq ja ha muito tempo me interesso por pelas técnicas de coaching, assim como tudo mais sobre comportamento humano. enfim, parabéns e obrigada.

    • Ediberto Santos
      Reply
      Ediberto Santos disse

      Olá Josy,
      Muito bom saber que você também se interessa por Coaching, desenvolvimento humano, e que encontrou utilidade no material que estou desenvolvendo.
      Se achar que vale a pena, continue nos visitando sempre que quiser.
      Muito obrigado por dividir suas impressões comigo.
      Um grande abraço.
      Sucesso!

  4. Reply
    claudia marcondes disse

    adorei esta materia, ja tinha lido sobre este tema mas não sabia qual era o autor do estudo, muito obrigado.

    • Ediberto Santos
      Reply
      Ediberto Santos disse

      Olá Claudia, obrigado por seu comentário.
      Fico feliz que você tenha gostado e que o post tenha sido útil.

Post a comment